segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

CORDEL: SUJEITOS DE UM TRÂNSITO MELHOR


Boa tarde, meus amigos,
Um  pouquinho de sua atenção.
Estamos aqui pra falar,
Conscientizar: nossa missão.
Transitamos todos juntos
É preciso comunicação.

Faz parte do dia-a-dia
Entender placas e sinais.
Pra andar com segurança,
No trânsito é preciso mais:
Educação, no campo,
Ou na cidade, tanto faz.

Cada um à sua maneira
Somos do trânsito sujeitos.
Cada um é responsável,
Ao outro devemos respeito.
É preciso consciência,
Não tem mesmo outro jeito.

Preste atenção nas dicas
Repassadas por crianças:
Um trânsito sem acidentes
É a nossa esperança.
É um direito de todos
Ir e vir com segurança.

MOTORISTA:
Quem vai atrás do volante
De carro, ônibus ou caminhão,
É o amigo motorista.
Deve andar com atenção:
Levando produtos ou pessoas,
Muitas vidas em suas mãos.

Respeitar a sinalização
E os limites de velocidade
Ajuda a manter a sua
E a do outro a integridade.
Dirija com prudência,
De olho nas adversidades.

Se for dirigir, não beba,
Você já cansou de ouvir.
A “Lei Seca” já ajudou
Mas vamos repetir:
Com a bebida, a direção
Você não deve dividir.

Se o seu carro é do ano
Ou um outro mais possante
Nem por isso, nem de longe,
Mais que o outro é importante.
Respeite os pedestres
Não faça arma do volante.

MOTOCICLISTA:
Outro sujeito do trânsito
É o amigo motociclista.
A vida em duas rodas,
Por si só já é equilibrista,
Não precisa arriscar a vida
Em manobras exibicionistas.

Não abra mão do capacete,
Por lazer ou profissão,
Calçados e roupas adequados
Não reduzem a emoção.
Se é  triciclo ou moto
Segurança não é em vão.

Trafegue de farol aceso
Pra por todos ser bem visto.
Sentado ou montado,
Cuidado com os imprevistos.
Respeite as leis de trânsito
Desculpe, se tanto insisto.

Cuidado, também amigo
Com o que vai ao bagageiro.
Teu veículo é admirado
Por ser muito ligeiro,
Mas cuidado redobrado
Se atrás vai passageiro.

CICLISTA:
A famosa bicicleta
É o veículo do ciclista.
Sem motor e menos veloz
Vai à direita da pista:
Pode ser muito perigosa
A manobra do motorista.

Pra evitar acidentes
Explore a iluminação:
Placas e faixas refletivas
Facilitam sua visão.
Não conte só com a sorte,
Evite a escuridão.

Pedalar pelas calçadas
É proibido e perigoso.
Cuidado com as garagens,
A criança, o adulto e o idoso.
Pedalar é muito bom,
Com segurança é mais gostoso!

Não exagere nas manobras
Ou pode se dar muito mal.
Procure lugares adequados
Se o esporte é radical.
Nada de carona em veículos:
Já está cheio o hospital.

PEDESTRE:
Mas respeitar o trânsito
Não é somente obrigação
De quem anda sobre rodas:
É de todo cidadão,
Até do amigo pedestre
Com pés firmes no chão.

Ao descer de seu ônibus,
Aguarde sempre na calçada.
Não atravesse pela frente,
Vá pra faixa demarcada.
Não arrisque sua vida
Mesmo quando atrasado.

Se quer chegar mais rápido
Atravesse em linha reta.
Cuidado com as esquinas,
Olhos abertos, fique esperto:
Olhe para os dois lados,
Só avance na hora certa.
Colabore você também
Para um trânsito melhor:
Cuide da limpeza das vias,
Não jogue lixo que é pior.
Zele sempre pela vida
Que é nosso bem maior.

POLICIAL DE TRÂNSITO:
Já o amigo policial
A ordem vem garantir.
Sobre as leis de trânsito
Ele ajuda a refletir.
Quem cumpre sua parte
Não vai precisar punir.

Muita gente não entende:
Acha que só quer multar.
Sua presença é tranqüilidade,
Está ali pra orientar.
Mas, para nos proteger,
Também tem que fiscalizar.

Ele zela pela ordem,
Quer a nossa segurança.
Na cidade ou na estrada,
Por onde o Brasil avança,
Tem sempre pra apoiar
Um policial de confiança.

De casa para o trabalho
Ou de volta pro aconchego
É o guarda de trânsito
Que ensina o desapego
Aos bens materiais:
Pela vida mais chamego.

TODOS:
É isso aí, meus amigos,
É sua também a missão
De levar a todo lugar
Essa conscientização:
Para um trânsito melhor
É necessário a união.
Rogério Trindade (2011 - Projeto Sujeitos de um Trânsito Melhor)




Nenhum comentário:

Postar um comentário